segunda-feira, 25 de maio de 2009

CURSO SOBRE O PROBLEMA DA «MORTE, SUICÍDIO E SENTIDO DA VIDA» (QUARTEIRA)




Data: 30 de Maio de 2009
Horário: das 15h às 18h
Local do Curso: Gabinete PROJECT@ - FAUST, Lingua e Cultura - Rua do Forte Novo, nº 75 - 8125 Quarteira
Formador: Dr. Jorge Humberto Dias
E-mail: gabineteproject@mailworks.org
Página WEB: http://gabinete-project.blogspot.com/
Preço: € 25,00 Estudantes - € 20,00 (inclui material de trabalho)
Pré-requisitos: Não tem
Destinatários: Professores Formadores Técnicos de Intervenção Social Técnicos de Relações Públicas Técnicos de Saúde Psicólogos Gestores Administradores (públicos e privados) Coordenadores de Departamento Alunos (Secundário e Universidade) e todos os cidadãos interessados no tema

Programa:
Introdução à questão da morte como horizonte vital;
Análise do problema do suicídio;
Exploração do sentido da vida como realidade humana;
Conclusões.

O que é um Problema Filosófico?
É algo que preocupa muito o pensamento de uma pessoa, para a qual parece não existir solução e que envolve, na sua resolução, dimensões filosóficas.

Em que pode a ajudar uma APLICAÇÃO DA FILOSOFIA?
A ter uma visão mais clara sobre o que preocupa a pessoa utilizando o pensamento crítico, a consciência da situação e a clarificação das ideias e valores.

"Acostuma-te à ideia de que a morte para nós não é nada, visto que todo o bem e todo o mal residem nas sensações, e a morte é justamente a privação das sensações.A consciência clara de que a morte não significa nada para nós proporciona a fruição da vida efémera (...)". Epicuro, Carta sobre a Felicidade, pág. 27.

" Só há um problema filosófico verdadeiramente sério: é o suicídio. Julgar se a vida merece ou não ser vivida, é responder a uma questão fundamental da filosofia. O resto (...) são apenas jogos. E se é verdade, tal como Nietzsche o quer, que um filósofo, para ser estimável, deve dar o exemplo.Julgo, pois, que o sentido da vida é o mais premente dos assuntos. (...) Em todos os problemas essenciais, só há 2 métodos de pensamento (...)". Albert Camus, Mito de Sísifo, pág. 15.

Exemplos de problemas filosóficos:
Desespero perante o futuro;Indecisão perante dilemas;
Angústia perante a morte;
Dificuldades de gestão de conflitos;
Falta de sentido;
Frustração perante o desejo de felicidade.

A prática filosófica é uma «prevenção». A consulta deve acontecer antes que os problemas se tornem mais graves: patológicos, jurídicos, etc.

Informações e Inscrições: As inscrições são consideradas após a recepção da ficha de inscrição devidamente preenchida e o pré-pagamento confirmado.

Solicite a sua ficha de Inscrição/Informações através do número 289301356 - e-mail: info@faust.pt

Sem comentários: