sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

PRECISAM-SE EXPLICADORES DE FILOSOFIA

O Science Gate - Centro de Explicações pretende recrutar professores/explicadores para integrar uma equipa jovem e dinâmica, para a disciplina de e Filosofia.

Os candidatos deverão enviar: Curriculum vitae; Carta de apresentação, onde deverá indicar a disponibilidade horária, disciplinas e anos que pretende leccionar; Fotografia actualizada; Para: Av. João Crisóstomo nº 41 4ºandar 1050-125 Lisboa
Contrato: Part-Time
__________

PRECISA-SE DE EXPLICADOR DE FILOSOFIA - ALCANENA
Precisa-se de Explicador de Filosofia para Alcanena- URGENTE
Zona Portugal / Santarem Empresa: Littlehampton Almada

Referencia # 654366 Data: 30-1-2009

Enviar CV para alexandra.pacheco@markquality.pt
__________

Precisa-se de um explicador de Filosofia para centro de estudos sediado em Lago Amares.
Só interessa alguém que seja da zona.
Pode enviar a sua resposta para o e-mail: geral@osabiodelago.com

Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o JavaScript terá de estar activado para que possa visualizar o endereço de email.
__________

PRECISA-SE DE EXPLICADOR/A DE FILOSOFIA
Localização: Bucelas, Lisboa

Centro de Explicações na zona de Loures (Bucelas) procura colaborador com experiência para explicações da disciplina de Filosofia a aluno do Secundário (11º).
Enviar Currículo, com indicação de disponibilidade horária (essencial), para cebcolaboradores@gmail.com
__________

PALESTRA: DIDÁCTICA DA FILOSOFIA PARA CRIANÇAS - V.N. FAMALICÃO


quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

ROLANDO ALMEIDA DEBATE QUESTÕES FUNDAMENTAIS DA PRÁTICA FILOSÓFICA


Rolando Almeida é professor de Filosofia na Região Autónoma da Madeira e autor de um dos blogues mais dinâmicos na área da divulgação da Filosofia no Ensino Secundário, promovendo, também, alguns debates, que podem ser lidos na secção dos «Comentários».

No passado dia 24 de Janeiro, Rolando Almeida recupera um tema que já havia sido iniciado por outros autores, a saber, a «Empregabilidade em Filosofia» (http://rolandoa.blogs.sapo.pt/139856.html). Na nossa perspectiva, este é um sinal da profunda reflexão que a comunidade de licenciados em Filosofia deverá fazer nos próximos tempos, resultado da crise geral que as sociedades atravessam nos tempos que correm. Com um impacto real na carreira de Filosofia, a crise tem vindo a provocar mudanças decisivas no emprego das pessoas que terminaram uma Licenciatura em Filosofia. A maioria dos licenciados em Filosofia, em Portugal, é professor no ensino secundário. Hoje, existe um número significativo de professores efectivos que lecciona outras disciplinas, dado não existirem alunos suficientes para preencherem lugares na disciplina de Filosofia. Os exemplos são vários: Psicologia, Sociologia, Área de Integração, Comunicação e Empregabilidade, etc.

Na sequência desta reflexão, seremos levados, inevitavelmente, para o debate sobre a Estrutura Curricular das Licenciaturas em Filosofia. Neste âmbito, a Universidade Católica já começou a alargar os seus horizontes, inovando, com a oferta aos seus alunos de um Estagio. O Instituto Piaget também enveredou por este caminho, oferecendo uma Pós-Graduação em Aconselhamento Filosófico.

Quanto a nós, é essencial que este tipo de trabalho continue e cresça em número e qualidade. Pensamos que seria essencial aparecer alguns doutoramentos ou teses de mestrado sobre todas estas questões e, inclusivé, com a apresentação de estudos práticos na área da Filosofia Aplicada. Sabemos que já existe algum trabalho feito, mas o problema, aqui, é o facto desses projectos não estarem suficientemente divulgados.

Envie-nos as suas sugestões, informações, artigos. Nós publicamos aqui e divulgamos.

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

ACÇÃO DE FORMAÇÃO PARA PROFESSORES DE FILOSOFIA - BEJA

No Centro de Formação Margens do Guadiana, com sede na Escola Secundária com 3º Ciclo Diogo de Gouveia, R. Luís de Camões, 708-508 BEJA (telefone: 284 328 063), estão abertas as inscrições para a Acção de Formação para professores de Filosofia (Grupo 410):

- «A teoria geral dos valores e a Ética, na perspectiva do método dialéctico», equivalente a 2 créditos, 50 horas de duração (50HP),

Código da Acção: CCPFC/ACC 52326/08 CF.

Formador: Dr. Francisco Limpo Queiróz.

FONTE: http://www.filosofar.blogs.sapo.pt/

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

ALUNO UNIVERSITÁRIO DE FILOSOFIA ALERTA...


No passado dia 21 de Dezembro de 2008, o blogue do núcleo associativo de estudantes de Filosofia da Universidade da Beira Interior publicou um conjunto de textos com vivências dos alunos sobre a Filosofia.

Este que aqui divulgamos permite-nos reflectir sobre o futuro da Filosofia em Portugal (e noutros países).

O movimento da Prática Filosófica, como sabemos, preocupa-se pela promoção de uma formação mais pragmática, assim como pela construção de projectos que permitam desenvolver a empregabilidade dos licenciados em Filosofia.

Vejamos o texto:

"Aluno do SEGUNDO ano de filosofia na UBIA decadência da filosofia é um facto. E os culpados quem são?É bolonha? Também.São os alunos? Muito pouco.São os professores? Alguns.É triste ver morrer um curso a que muitos filósofos já chamaram o saber mais.No ano que passou, era notório o desinteresse dos alunos, este ano lectivo o desinteresse ainda é mais acentuado; a prova provada é que cada vez o curso tem menos seguidores. Para uma possível mudança, pouco haverá a fazer mas ficam aqui algumas sugestões:- aos professores que não tenham vocação para ensinar, mudem de profissão.-aos professores que não chegam a horas de ministrar as aulas, que reduzam os horários.-aos professores a quem a democracia os afronta, que deixem a sua ideologia à porta da sala de aula;- aos professores menos atentos à mudança, que façam uma reciclagem;Os alunos não vem às aulas ou chegam atrasados, porque não são motivados ou porque os professores também não chegam a horas . Isto são factos.Um apelo aos professores:Cumpram e depois exijam.Os alunos que pagam, impostos e propinas exigem que a universidade dê mais saber.O facilitismo, o medo, a falta de organização, irá condenar não a filosofia, mas sim o curso de filosofia.O funeral está para breve."

Repleto de emoções vividas no âmbito da sua Licenciatura em Filosofia, este texto permite-nos reflectir sobre formas de impulsionar a qualidade no trabalho filosófico, assim como estratégias de evitar o "funeral" referido pelo autor. Mais do que nunca, e apesar de eventuais divergências que possam existir, os licenciados em Filosofia necessitam de trabalhar em equipa, em nome de um futuro em que a Filosofia tenha um papel mais activo na sociedade portuguesa e no mundo.

Confrontados com o encerramento de algumas licenciaturas e mestrados, em Universidades portuguesas; tendo em conta o progressivo desaparecimento da disciplina de Filosofia no ensino secundário português; os licenciados em Filosofia têm de fazer surgir alternativas...

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

PROTOCOLO APAEF – FACULDADE DE FILOSOFIA DE BRAGA






A APAEF celebrou com a Faculdade de Filosofia de Braga da Universidade Católica Portuguesa um Protocolo de Estágio Curricular.
A APAEF é a instituição de acolhimento de Domingos Faria, estagiário finalista do Curso de Licenciatura em Filosofia. O estágio tem a duração de 100 horas (início a 29 de Setembro de 2008 – termo a 16 de Janeiro de 2009).
A Universidade Católica Portuguesa é a primeira universidade portuguesa a incluir no currículo da licenciatura em Filosofia (1º Ciclo) um espaço para Estágio profissional na área da prática filosófica.
A unidade curricular denomina-se Estágio de Intervenção Sócio-Cultural e corresponde a 5 unidades de crédito, com um tempo global de trabalho de 140 horas por cada semestre.
http://filosofiaestagio.blogspot.com/ – blog dos Estágios de Intervenção Sócio-Cultural da Licenciatura em Filosofia da Faculdade de Filosofia de Braga.

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

CURSO SOBRE A QUALIDADE - PORTO E LISBOA

CURSO : ISO 9001:2008 VERSUS ISO 9001:2000
Análise Ponto 6.2

Duração: 8 horas

Equipa Pedagógica:
Dr. Luís Soveral - EIC / Univ. Lusófana / Q9000
Eng.º José lopes - EIC / Univ. Beira Interior / TQE

Enquadramento
A Qualidade assume-se como uma das variáveis estratégicas de maior importância para o desenvolvimento das organizações.
No contexto actual da globalização da economia e do consequente acréscimo da concorrência, tornou-se fundamental para a competitividade e bom funcionamento das organizações a implementação de Sistemas de Gestão da Qualidade, com vista a melhoria do seu desempenho.
A cláusula 6. da norma ISO 9001:2008 alarga os pormenores dos requisitos de gestão de recursos necessários para manter um Sistema de Gestão da Qualidade eficaz para atingir a conformidade do produto e aumentar a satisfação dos Clientes. Na área dos Recursos Humanos foi incluído o requisito de determinar as necessidades de competências, avaliar a eficácia da formação e assegurar que os colaboradores estão conscientes da relevância e importância das suas actividades e de como contribuem para que se atinjam os objectivos da Qualidade. A Gestão de Topo deve demonstrar o seu comprometimento na provisão de recursos adequados, tendo em consideração que os requisitos actuais são claros, detalhados e auditáveis

Objectivo
Avaliar a Nova Versão da ISO 9001:2008 e identificar as alterações face à Norma antecedente e a filosofia subjacente à Revisão.
Determinar os Novos Requisitos decorrentes das alterações introduzidas.
Identificar alterações concretas e necessárias à evolução dos Sistemas de Gestão da Qualidade e o Impacto da nova norma para as Organizações.
Conhecer as Regras estabelecidas para o Período de Transição, segundo as Orientações ISO/ IAF
No final da acção os participantes estarão aptos a avaliar a eficácia da formação e sensibilizados para a sua importância no desempenho das empresas.

Destinatários
Quadros médios e superiores de empresas com responsabilidades na área da Qualidade e Recursos Humanos.Consultores e auditores que pretendam actualizar conhecimentos

Conteúdo Programático
1. A ISO 9001:2008 vs a ISO 9001:2000.
Quais as Diferenças? Quais as Novidades? Filosofia subjacente à Revisão.2. Análise e Interpretação das Alterações.
2.1 O que Muda:
i) na Abordagem por Processos;
ii) na Subcontratação;
iii) na Formação e Competências;
iv) na Concepção e Desenvolvimentos;
v) no tratamento do feedback do cliente (Satisfação do Cliente);
vi) nas Auditorias Internas;
vii) no Controlo do Produto Não –Conforme;
viii) no lançamento e avaliação das Acções Correctivas e Preventivas.

2.2 Determinação dos Novos Requisitos decorrentes das Alterações

3. Calendário da Transição de Acordo com as Orientações da ISO/IAF
4. O requisito 6.2 da norma ISO 9001:2000 (Recursos Humanos) na Organização
5. O Processo de Formação na Gestão dos Recursos Humanos – estratégia pedagógica
6. Avaliação da eficácia da Formação
7. Auditoria ao requisito 6.2
8. Metodologia pedagógica

Preço: 120 Euros
Data e Local Realização Realização
Porto : 24 de Janeiro 2009 - Hotel Vila Galé
Lisboa : 31 de Janeiro 2009 - Hotel Vila Galé
Horário: 9:30 horas/13.00 horas 14.00 horas / 18.30 horas
Inscrições Àrea Formandos site www.vfconsult.com.pt - Ficha Inscrição Privada
NIB pagamentos : 0036.0093.991000.76863.69

VFCONSULTING, Rua Alvaro Castelões n.º 821 - 3.º sala 3, 4450-043 Matosinhos
Av. Comendador Ferreira Matos n.º 399 Lj 5, 4450-000 Matosinhos
Tel: +351229383193 Fax: +351229383195

CURSO SOBRE A FELICIDADE EM LISBOA

O Gabinete PROJECT@ vai realizar em Lisboa um Curso Prático sobre o "Problema Humano da Felicidade".

Título do Curso: «A Felicidade como Projecto de Vida».
Formador: Dr. Jorge Humberto Dias
E-mail: gabineteproject@mailworks.org
Página WEB: http://gabinete-project.blogspot.com/

Data: 8 de Fevereiro de 2009

Local do Curso:
Gabinete PROJECT@ - Lisboa
Rua Pinheiro Chagas, nº 69, 2º Esq.
Lisboa

Horário: 10h - 13h e 15h – 17h
Duração: 5h

Preço: € 40,00
Estudantes - € 30,00 (inclui material de trabalho)

Pré-requisitos: Não tem

Destinatários:
Professores
Formadores
Técnicos de Intervenção Social
Técnicos de Relações Públicas
Técnicos de Saúde
Psicólogos
Gestores
Administradores (públicos e privados)
Coordenadores de Departamento
Alunos (Secundário e Universidade)
e todos os cidadãos interessados no tema

Programa:

Introdução à Felicidade como questão humana;
Reflexão sobre algumas definições;
O trabalho prático e racional;
Conclusões.

O que é um Problema Filosófico?

É algo que preocupa muito o pensamento de uma pessoa, para a qual parece não existir solução e que envolve, na sua resolução, dimensões filosóficas.

Em que pode a ajudar uma APLICAÇÃO DA FILOSOFIA?

A ter uma visão mais clara sobre o que preocupa a pessoa utilizando o pensamento crítico, a consciência da situação e a clarificação das ideias e valores.

E quando aparecer a primeira dificuldade? Devemos desistir?
Não. As dificuldades são acontecimentos normais na vida, na construção de qualquer projecto e na gestão da felicidade pessoal em sociedade. Assim, a felicidade pode ser o resultado momentâneo (maior ou menor) de desejos inadequados ou de erros profundos no nosso pensamento.”


Jorge Dias, “La Felicidad como objetivo de la Filosofia Aplicada a la Persona” IN José Barrientos, Seminário Luso-Espanhol de Filosofia Aplicada a Personas y a Grupos,. Sevilla, Ediciones DOSS, 2008.

Exemplos de problemas filosóficos:
Desespero perante o futuro; Indecisão perante dilemas; Angústia perante a morte; Dificuldades de gestão de conflitos; Falta de sentido; Frustração perante o desejo de felicidade.

A prática filosófica é uma «prevenção». A consulta deve acontecer antes que os problemas se tornem mais graves: patológicos, jurídicos, etc.

Informações e Inscrições
As inscrições são consideradas após a recepção da ficha de inscrição devidamente preenchida e o pré-pagamento confirmado.
Solicite a sua ficha de Inscrição/Informações através do número 927 203 424.

Desistências:
Apenas são consideradas as desistências realizadas até 8 dias antes da data de realização do curso, salvaguardando a partir desta data a retenção do valor da inscrição.

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

CURSO: «OS ENIGMAS DA FILOSOFIA» - LISBOA


"Neste curso trata-se de investigar até que ponto somos livres ou, pelo contrário, altamente condicionados: Sem rodeios e objectivamente, somos realmente livres se não formos de modo nenhum limitados, condicionados ou coagidos seja interiormente (no pensar, no conhecer, no percepcionar, nas decisões morais, etc.), nem exteriormente, nos nossos actos externos.

À primeira vista isto parece uma definição totalmente utópica, impossível, pois não tem nada a ver com a maneira como geralmente percepcionamos, encaramos e vivemos a realidade. Rudolf Steiner, na Sua obra “Filosofia da Liberdade” afirma a realidade dessa definição e explica as suas condições de possibilidade. A dificuldade a ultrapassar reside, segundo Steiner, nos aspectos relacionados com o carácter dualista do ser humano. “Existem em mim duas almas…”, diz Goethe.
Para compreendermos melhor esses aspectos, Steiner lança luz sobre o desenvolvimento da filosofia ocidental na sua obra “Os Enigmas da Filosofia”. Esse será o fio condutor do curso que vamos desenvolver. Se, como afirma Steiner, nos movemos algures num caminho entre a absoluta falta de liberdade e a liberdade total, este curso possibilitará, na medida do anelo de cada um, avançar passos decisivos em direcção à verdadeira Liberdade
."


O curso decorre em Lisboa, na AMA - Associação de Medicina Antroposófica - Consultório Rafael, Av. Almirante Reis 82, 1º esq., 1150-021 Lisboa

Tel: 217971719


Para mais informações, contactar: Dr. Rui Freitas - Tel: 965143295 - e-mail: ruilfreitas@hotmail.com